A morte por um gato

No dia 12/09/1999, domingo, às 10:40 hs, na Av. suburbana nº7630-Abolição, em frente a Igreja Universal, um homem era executado à tiros por um comerciante que o jurara de morte, tudo motivado por um gato de luz que o criminoso desejava fazer e fora admoestado pela vítima. O autor anteriormente já havia ameaçado e tentado matar a vítima que escapara da morte e comunicara o fato a Autoridade Policial. Na época os policiais passaram a efetuar vigilância diária no local, porém o assassino foragido sabedor de que o ameaçado freqüentava a igreja, montou uma emboscada numa manhã de domingo na porta da mesma. Após sua identificação total e coletadas as provas foi denunciado o autor por infração ao Art. 121 § 2º, I do CP e condenado a pena de 30 anos de prisão.



Pensamentos

“Aqueles que  jamais subiram morros, favelas, ou sequer conhecem de perto  os antros freqüentados por marginais, não se devem apegar com antolhos ao texto gélido da lei”.

- Daniel Gomes -