A morte por um gato

No dia 12/09/1999, domingo, às 10:40 hs, na Av. suburbana nº7630-Abolição, em frente a Igreja Universal, um homem era executado à tiros por um comerciante que o jurara de morte, tudo motivado por um gato de luz que o criminoso desejava fazer e fora admoestado pela vítima. O autor anteriormente já havia ameaçado e tentado matar a vítima que escapara da morte e comunicara o fato a Autoridade Policial. Na época os policiais passaram a efetuar vigilância diária no local, porém o assassino foragido sabedor de que o ameaçado freqüentava a igreja, montou uma emboscada numa manhã de domingo na porta da mesma. Após sua identificação total e coletadas as provas foi denunciado o autor por infração ao Art. 121 § 2º, I do CP e condenado a pena de 30 anos de prisão.




Pensamentos

“A sociedade diz que os Policiais são loucos, mas são os loucos que tomam conta dos que se
dizem normais ”

- Daniel Gomes -