Ataque a comunidade do morro Boogie Woogie

Tarde do dia  02/11/2013, por volta das 17:30 horas, a Comunidade do Morro  Boogie Woogie, localizado no bairro da Ilha do Governador é afrontada com um verdadeiro atentado, pois 04 (quatro) homens usando duas motocicletas de cor preta atacaram vários jovens à tiros  em frente a um bar onde  num churrasco comemoravam o fim de uma partida de futebol. Na equipe de Homicídios rumávamos pára o local, onde através do INQ. 01391/13, apuramos preliminarmente  que os quatro assassinos teriam passado pelo local anteriormente, usando capacetes, em macha reduzida nas duas motocicletas e visualizado o jovem THIAGO, que seria o alvo dos algozes, sendo que durante o ataque a vítima THIAGO, teria sido executada no local, enquanto dois jovens da comunidade também teriam sido feridos à tiros, sendo um deles sido atingido na perna e o outro  ficado paraplégico em decorrência de três  tiros que  atingiram área vital. A tragédia somente não fora maior por verdadeiro milagre, visto que na hora do fato muita gente se aglomerava em frente ao bar da comunidade. Dando seguimento à investigação apuramos que os 04 (quatro) assassinos  que  já eram figuras conhecidas daquela comunidade, visto que faziam parte do tráfico de drogas local,  haviam sido expulsos á tempos atrás por milicianos juntos com  moradores locais que não concordavam com o comércio de drogas na área, fato que levara os criminosos a maquinar o ataque, principalmente contra a vítima THIAGO, que tivera participação  direta na expulsão dos criminosos. Através de diligências, conseguíamos arrolar familiares,  testemunhas do fato e identificar os quatro criminosos que eram tratados pelos codinomes “ O MARMELO” ;  “ O PETER”  : “O GABRIEL” e  “O ROMARINHO”, sendo que todos já identificados possuíam antecedentes criminais por crimes de homicídio, porte de arma e tráfico de drogas  e  eram reconhecidos pelas testemunhas de viso, como autores do bárbaro crime. Através de medidas cautelares, a prisão dos indiciados era decretada e em novas diligências tentávamos  realizar as prisões, porém os quatro indiciados se homiziaram no interior da favela do barbante (Vila Joaniza) e quando apertados fugiram para a Favela Nova Holanda-Bonsucesso, favelas reduto da mesma facção criminosa (Comando Vermelho) que dividem o comando das duas áreas com violência e forte armamento. No momento a ação penal se encontra na 2ª Vara Criminal da Comarca da Capital, sob o Processo nº0426288-58.2013.8.19-0001 e esperamos uma melhor oportunidade para capturar aqueles homens maus sem causar qualquer dano às pessoas de bem que residem naquelas comunidades, pois o homem de bem alcançará o favor do Senhor, mas o homem de perverso desígnio ele condenará.  



]">

]">

]">

]">

]">


Pensamentos

“O local do crime deveria ser chamado de excelência, pois é lá que são encontrados Todos os vestígios do crime e
sua autoria”.

- Daniel Gomes -