O Resgate de dois políciais civis

No dia  04 de janeiro de 2012, por volta das 16:00 hs, eu trabalhava no Setor de Roubos e Furtos da Delegacia de Cargas, quando passei a ouvir  no rádio policial, um pedido de socorro do Centro de Operações da Policia Civil, que conclamava aos policiais civis  à prestarem socorro a dois policiais , lotados no Instituto de Criminalística Carlos Eboli - Campo Grande, que teriam sido atacados em veículo, baleados e estariam homiziados dentro do morro do chapadão, bairro de Costa Barros-RJ.  Acreditando que uma gama de policiais se deslocariam para o local continuei envolvido com  o trabalho policial daquela Delegacia Especializada, que é muito intenso, até que o rádio policial citava que as equipes de socorro não conseguiam chegar ao local, pois os marginais entrincheirados e com armamento de alto poder de fogo não davam trégua a que o pedido de socorro fosse cumprido. Já se aproximava das 17:00 hs e então decidi preparar três equipes de policiais e em três viaturas rumamos para àquele local perigoso, porém um dos policiais nos aconselhava a efetuar um atalho pelo bairro da Pavuna, visto que ele conhecia um atalho que nos levaria a adentrar ao Morro do Chapadão, pelos fundos. A estratégia dava resultado, pois conseguíamos chegar naquele local infernal  em companhia de alguns policiais civis, que já estavam no local sustentando fogo  com os marginais, enfim chegávamos a rua Projetada “A” . Naquele sombrio e tenebroso local somente ouvíamos tiros, até que um grito de “socorro” ecoava e num gesto de puro milagre localizávamos um dos policiais que escondido em uma residência trocara tiros com os marginais que haviam lançado duas granadas contra o mesmo causando-lhe ferimentos gravíssimos que decepara parte do seu braço direito. Momentos depois localizávamos o segundo policial que escondido em outra residência apresentava um ferimento a bala nas costas. Ambos foram socorridos e salvos, tendo o primeiro policial sofrido uma intervenção cirúrgica que reimplantou seu braço. Dias depois em uma solenidade que agradecia a Deus pelo milagre do resgate dos policiais, minha equipe era agraciada com uma placa de agradecimento pela ação realizada.





Pensamentos

“Atualmente o maior inimigo do Policial operacional são os burocratas !”

- Daniel Gomes -